Compártelo:

‘Falar de Amor’ es el adelanto del nuevo trabajo de Carolina. El tema ha sido compuesto por Diogo Clemente y Carolina Deslandes, con letra de esta última.

El tema formará parte de lo que será el segundo álbum de la fadista  que llevará por título “enCantado” y cuyo lanzamiento está previsto para el 26 de mayo.

 

Letra de ‘Falar de Amor’

 

Não me venhas falar de amor
quando já estás para sair
fazes pouco da minha dor
a um paso de desistir
não te vou guardar rencor
rezo para não te ver cair
mas não me fales de amor
se não o estás a sentir

Não me venhas falar de amor
Já no fim da despedida
A devolveres-me as flores
P’ra partires da minha vida
não te vou guardar rencor
rezo para te ver sorrir
mas não me fales de amor
quando me estás a mentir

Acenderam-se as luzes:
Mostrou-se a imperfeição
E o peso das minhas cruzes
Só te pesam o coração.
Não resta nem perdão,
A paixão, o frenesim
mas não me fales de amor
se não ficaste até o fim
se não é mais que o gostares de mim

Não me venhas falar de amor
quando já estás para sair
fazes pouco da minha dor
a um paso de desistir
não te vou guardar rencor
rezo para não te ver cair
mas não me fales de amor
se não o estás a sentir

Não me venhas falar de amor
Já no fim da despedida
A devolveres-me as flores
P’ra partires da minha vida
não te vou guardar rencor
rezo para te ver sorrir
mas não me fales de amor
quando me estás a mentir

Acenderam-se as luzes:
Mostrou-se a imperfeição
E o peso das minhas cruzes
Só te pesam o coração.
Não resta nem perdão,
A paixão, o frenesim
mas não me fales de amor
se não ficaste até o fim
se não é mais que o gostares de mim

No vengas a hablarme de amor
cuando estás apunto de irte
haces poco de mi dolor
a un paso de desistir
no voy a guardarte rencor
rezo para no verte caer
pero no me hables de amor
si no lo estás sintiendo

No vengas a hablarme de amor
ya en el fin de la despedida
a devolverme las flores
para partir de mi vida
no voy a guardarte rencor
rezo para verte sonreír
pero no me hables de amor
cuando me estás mintiendo

Se encendieron las luces
se mostró la imperfección
y el peso de mis cruces
sólo te pesan el corazón
no resta ni perdón
a pasión o frenesí
pero no me hables de amor
si no te quedaste hasta el fin
si no es más que yo te gusto

No vengas a hablarme de amor
cuando estás a punto de irte
haces poco de mi dolor
a un paso de desistir
no voy a guardarte rencor
rezo para no verte caer
pero no me hables de amor
si no lo estás sintiendo

No vengas a hablarme de amor
ya en el fin de la despedida
a devolverme las  flores
para partir de mi vida
no voy a guardarte rencor
rezo para verte sonreír
pero no me hables de amor
cuando me estás mintiendo

se encendieron las luces
se mostró la imperfección
y el peso de mis cruces
sólo te pesan el corazón
no resta ni perdón
la pasión o frenesí
pero no me hables de amor
si no te quedaste hasta el fin
si no es más que yo te gusto





Compártelo:

Uso de cookies

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR